terça-feira, 23 de dezembro de 2008

domingo, 21 de dezembro de 2008

Cadela Layka vai ao cinema - Diario de Pernambuco 22/12/2008

a vida plural de layka


Cadela Layka vai ao cinema


Curta de animação é inspirado em desenhos de Henrique Koblitz e Gregório Holanda (Greg) em que uma cachorrinha faz a ponte entre um trabalhador que leva uma vida burocrática e um artista plástico viciado em sexo.
Júlio Cavani // Diario

Os quadrinhos marginais do Recife vão chegar ao cinema em 2009, quando será filmado o curta de animação A vida plural de Layka, baseado em um livro que foi lançado originalmente em formato de fanzine, com desenhos de Henrique Koblitz e Gregório Holanda (Greg), cartunista do Diario de Pernambuco. O projeto existe há cinco anos, mas só agora vai começar a ser produzido graças ao patrocínio de R$ 80 mil conquistado na semana passada com o prêmio do Concurso de Roteiros Firmo Neto/ Ary Severo.

Além de Greg e Koblitz, A vida plural de Layka será filmado em esquema de autoria coletiva, com a participação dos artistas Moacir Lago, Diogo Todé e Neco Tabosa, responsável pela produção e coordenação geral e pelo projeto agora aprovado. Editados em 2003, os quadrinhos originais foram o embrião da Livrinho de Papel Finíssimo Editora, que na época foi fundada por integrantes do fanzine Fusão.

sábado, 20 de dezembro de 2008

18/12/2008 - por volta de 11 da manhã...

... começou a transubstanciação do papel .... para a lombra....

CONCURSO ARY SEVERO E FIRMO NETO DE ROTEIROS 2008 PARA PATROCÍNIO DE PROJETOS DE OBRAS AUDIOVISUAIS DE CURTA METRAGEM DE PRODUÇAO PERNAMBUCANA INDEPENDENTE








A VIDA PLURAL DE LAYKA
ичных тяжелой









(capa do projeto - documento autenticado em cartório sobre A4)

(capa de hke... - desenho no tablet colorido digitalmente)

(capa de Greg - pintura à mão colorida digitalmente)


18.12.2008 - 12h12

Concurso de roteiros seleciona três novos projetos

Edital do Ary Severo/Firmo Neto, lançado pela Fundarpe e Prefeitura do Recife, vai destinar R$ 240 mil para a execução de curtas-metragens no próximo ano

Joana Pires

A nona edição do Concurso de Roteiros Ary Severo/Firmo Neto selecionou três trabalhos que receberão um total de R$ 240 mil, garantidos pela Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe) em parceria com a Prefeitura do Recife. Cada um dos proponentes terá direito a R$ 80 mil para executar um curta-metragem, de até 15 minutos, no próximo ano. Os escolhidos foram A Vida Plural de Layka, de Antônio Flávio Tabosa; Urânio Picuí, de Tiago Melo de Macedo; e Mens Sana In Corpore Sano, de Juliano Dornelles.